8. SIGBIC AND LATE SEROMA / sigbic e seroma tardio

PT

Over the course of the study, we observed that SIGBIC was often associated with intracapsular collection in magnetic resonance imaging scans. Many MRI protocols do not use contrast media for implant evaluation, which limits the diagnosis of SIGBIC. We began conducting directed ultrasound studies on patients with intracapsular collection.
In these patients it was possible to observe associated findings to the intracapsular collection: echotexture changes of the breast implants, intracapsular masses, and lymph nodes with siliconoma. The additional study with elastography allowed a better evaluation of these intracapsular masses.
It is noteworthy that actually there is no explanation for the development of late seroma. However, most of the patients included in our study had SIGBIC associated with intracapsular collection. We speculate that seroma origin could be an exudate secundary to free silicone inflamation (granuloma) in some cases.

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5673004/

Com o decorrer do estudo observamos que o SIGBIC muitas vezes estava associado a coleção intracapsular aos estudos de ressonância magnética. Muitos protocolos de RM não utilizam o contraste para avaliação de implantes o que limita o diagnóstico de SIGBIC. Começamos a realizar estudos de ultrassom dirigido nas pacientes que apresentavam coleção intracapsular.

Nestas pacientes foi possível observar associado a coleção alteração da ecotextura das próteses mamárias, presença de massas associadas a estas, e linfonodos com presença de siliconoma. O estudo auxiliar com a elastografia permitiu melhor avaliação destas massas intracapsulares.

Vale ressaltar que não existe uma explicação para o desenvolvimento do seroma tardio. No entanto, grande parte das pacientes incluídas no nosso estudo apresentavam SIGBIC associado a coleção intracapsular. Especulamos que a origem do seroma poderia ser um exudato secundário à inflamação de corpúsculos de silicone em alguns casos.

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5673004/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *